O Futuro do Lucas?

14 03 2011
Anúncios




Mudança de nome

7 02 2011

O que é uma página em branco nas mãos de um escritor senão a construção de todo um universo por suas letras?
O que é uma tela vazia sob o olhar do pintor senão a mais linda imaginação?
O que é um quarto extra aos olhos de um casal grávido? O resto de nossas vidas.

Passamos o final de semana tirando tudo que havia no outro quarto e oficialmente deixamos de chamá-lo de escritório. A partir de agora – e por muito tempo mais – será o quarto do Lucas.





Wall-e ajuda os pais

20 01 2011

Cansada das minhas reclamações, a patroa encontrou isso para me ajudar:

Devo admitir que fiquei muito tentado a comprar. Neste exato momento estou pensando como juntar (mais) dinheiro para comprar esse aparelho que tem bluetooth (e, portanto, é super varonil!).

Assim que descobrir onde comprar aqui pelas Argentas um peito falso para pais darem de mamar aos filhos, vai para o carrinho de compras também imediatamente. Assim que instalar um bluetooth nele também.

P.S.: Detalhe para a parte em que dizem o nome do produto no vídeo que é muito wall-e! Vou contar pro chefe!





Incompreendi@s

11 01 2011

As mulheres vivem reclamando que os país de seus filhos não entendem a mulher grávida. Não posso dizer que seja totalmente o meu caso. Eu realmente tento me envolver em tudo o que puder. Toda vez que a GO vai tocar na barriga da metade-cara, eu toco também. Se vai comprar algo pro Lucas, eu dou pitaco. Se estão parto discutindo o parto, eu digo logo por qual buraco eu acho que tem que sair.

Mas tem um ponto até onde o homem vai e que a partir daí não tem como entendermos ou nos envolvermos com o que está acontecendo. Não tem como. Vai além da nossa capacidade simplesmente porque não é com a gente que está acontecendo e não temos nada nem parecido que poderia nos dar uma idéia do que é.

Para começar, o tal do ultrassom. Eu tive um treinamento intensivo neste quesito (afinal acho que fizemos um ultrassom para cada 10 dias de gravidez). Mas, mesmo assim, é muito difícil tentar decifrar o que está contecendo naquela tela monocromática em que o técnico diz que seu filho tem orelha de abano e você acha que tá vendo uma casa com chaminé (ao estilo daquelas imagens 3D que todo mundo via alguma coisa, menos eu).

Encontrou o ponei? Eu também não.

Encontrou o ponei? Eu também não.

Ultras 4D, então, não contentes em serem difíceis de entender num primeiro momento, mais parecem, na verdade, um monstro saindo de Total Recall.

"Seu filho é uma belezura, minha senhora!"

"Seu filho é uma belezura, minha senhora!"

Outra coisa é se divertir vendo partos. Não rola. Sério. Sim, é o milagre da vida, a Natureza em sua forma mais pura e linda. Ok. Mas, para o homem, aquilo parece absurdamente doloroso. Não entra na nossa cabeça curtir aquele monstro saindo de dentro da sua esposa. E por onde sair, então? Só pode doer. Já não basta a idéia original de todo homem da minha geração de que um parto é algo mais ou menos parecido com o que aconteceu naquela cena de Alien, o Oitavo Passageiro, as mulheres gritando 24 horas por dia, 7 dias por semana no Discovery Home & Health a cada coroada de um cabeçudo não ajuda em nada – EM NADA – para nós acharmos que seja outra coisa que não uma dor absurda.

"Aperta a minha mão para a dor passar, amor"

"Aperta a minha mão para a dor passar, amor"

Agora, o máximo foi ontem, na médica, ela perguntou para a patroa o que ela sentia na barriga, para saber se era ou não o padawan se mexendo. “Ai é como umas coisinhas aqui sabe?” “Sei, tipo umas bolhas de sabão explodindo de leve dentro da sua barriga, né?” “Isso!”

Sério? É isso que vocês querem que a gente entenda? Vou achar bonitinho e tal, mas realmente não tem empatia no mundo que me ajude a entender o que está acontencendo com vocês, mães, quando chega nesse nível.

Mau aê!

 

P.S.: O pior é de tudo foi o que ela me disse hoje quando falei que realmente não conseguia ainda sentir o Lucas se mexendo na barriga: “Não se preocupe, você vai sentir ele se mexendo quando nascer.” Ah, tá. Agora sim entendi o que vocês sentem. NOT!





Pai também é gente

10 01 2011

Nas duas vezes que anunciamos para amigos e famílias que nós estávamos grávidos, eu entendi perfeitamente que quem fica grávida é a mulher. O homem é um apêndice que, uma vez ajudado a mulher a ficar grávida, pode ser facilmente descartado.

Digo isso porque todos – absolutamente TODOS – foram abraçar e beijar e parabenizar a patroa e eu fiquei de lado observando a festa, do lado de fora. Ninguém veio falar comigo, não deram nem um soquinho no queixo com um “campeão” só para eu não me sentir a mosca no coco do cavalo do bandido de filme de quinta categoria.

Isso é muito injusto! Poxa! Pai também é gente, ora bolas!

É por isso que eu comecei uma série de posts aqui nesse blog comentando (e reclamando) a experiência de ser pai sob o tag “Pai também é gente”. Vamos ver se alguém escuta e dá uma força para o amigo, irmão, marido quando esses forem pais também.





O porquê de mulheres ficarem grávidas e não homens

8 01 2011

Ser marido de grávida tem umas situações inusitadas. Principalmente se você for tão desligado quanto eu.

Estava esposa contabilizando os brindes que ganhou dão lugar onde fomos fazer uma ultra que mais parecia uma sala de cinema do Cinemark (com assento para 10 pessoas) e eu do lado, acompanhando. Um perfume para roupinhas de bebês, toalhinhas úmidas, um absorvente de peido…

HEIN? Absorvente de peido??? Bom, esposa com pouca paciência para a minha ignorância logo me corrige e explica que se trata de absorvente de peiTo. Tipo, para quando estiver amamentando e o leite começar a sair sem o bebê estar mamando.

Não adiantou nada a explicação. O estrago já estava feito e praticamente não escutei o que ela disse. Estava mais concentrado em pensar as besteiras a respeito de um Absorvente de Peido (ainda mais no estado flatulento que tem andado a metade-cara).

ABSORVENTE DE PEIDO: Você, grávida, está com problemas de flatulência descontrolada e vive passando vergonha no trabalho, na frente dos amigos e na cama com o marido? Não se preocupe mais! Agora chegou o inovador ABSORVENTE DE PEIDO!
Com tecnologia japonesa, o nosso produto garante acabar com qualquer odor que sair do seu forévis. O pum sai, atravessa o absorvente e tem sua forma química alterada para deixar um cheiro agradável a sua escolha: de alecrim, lima-limão ou brisa marinha.
Nunca mais se sinta desconfortável quando o seu marido brincar com você “Eita, amor, balançou a roseira, né?” Ele terá razão, com o seu novíssimo ABSORVENTE DE PEIDO odor rosas!
E mais! Ligando agora, você ganha automaticamente o ABSORVENTE DE PEIDO do cheiro de sua escolha com o inigualável pum-free. Agora seus flatos nem mesmo som de flatos terão! Como pum-free, você terá a opção de escolher os mais diferentes sons para as mais diversas situações: De vaquinha, para quando estiver entre crianças; de suspiro, para o jantar romântico; de apito, nos seus dias mais divertidos; ou o mais novo ao som da música Carinhoso.
Não perca essa oportunidade incrível! Ligue djá e garanta agora o seu inovador ABSORVENTE DE PEIDO!